Se correr os Bots pegam se ficar os Bots comem! Um despertar para a realidade.

download (1)

Como a cartilha reza, atualizar as boas práticas de processo e gestão é o dever de todo bom profissional e para isso costumo ler alguns artigos da Harvard Business Review e certa vez me deparei com o artigo The Future of Human Work Is Imaginajtion, Creativity, and Strategy e entre muitas afirmações uma me chamou muito a atenção, em tradução livre e direta, “39% dos empregos no setor legal poderiam ser automatizados nos próximos 10 anos”. Pensei: “Coitados dos Advogados!”. Porém no próximo parágrafo o tiro foi a queima roupa, o The National Institute of Standards nos EUA estima que Machine Learning pode melhorar a capacidade de produção em até 20% e reduzir o desperdício de matéria-prima em 4%!

Machine Learning, já tinha lido a respeito para entender o conceito, mas não dei muita atenção, pois achei que ainda era uma realidade de Matrix ou Os Jetsons, mas aquele artigo estava me dizendo que essa realidade já está acontecendo e que entre 5 e 10 milhões de empregos serão perdidos até 2020! Aquilo abriu os meus olhos e acendeu o alerta vermelho, cavando mais profundo atrás de mais informação cheguei à tão famigerada Inteligência Artificial (IA ou AI no inglês) que assusta até mesmo o Elon Musk que afirmou ser a Inteligência Artificial muito mais perigosa que as Armas Nucleares.

Depois dessa minha descoberta e despertar para essa dolorosa realidade, resolvi seguir os conselhos do Tio Darwin, adaptar-se sempre, e resolvi fazer cursos de especialização. Já passei por um Bootcamp que não me fez um programador profissional, mas me ajudou a entender o ecossistema que gira por trás dessas tecnologias, fiz também cursos mais especializados em algumas linguagens de programação e agora, finalmente, estou focando em Data Science para se aprofundar em Machine Learning e IA que acredito ter maior conexão com o meu perfil profissional.

Falando em perfil profissional, claro, muito entusiasmado com esse novo mundo de possibilidades, tentei levar os conceitos e ideias para a empresa que trabalho, multinacional do setor de bens de consumo, e foi aí que me deparei com uma alienação total, tanto da empresa quanto dos profissionais, profissionais competentes que admiro muito ainda não acordaram para essa nova realidade. As empresas de forma geral, com exceção de poucas, ainda estão falando de e-commerce! Não entenderam que essa Tsunami tecnológica vai engolir todo mundo que ficar parado e esperando.

Olhando esse cenário decidi criar esse blog, que tem por objetivo compartilhar aprendizados e reflexões do impacto da IA no futuro das profissões. Não sou especialista no assunto, longe disso, e por isso mesmo minha intenção não é criar conceitos ou gerar discussões técnicas, mas sim provocar reflexões, questionamentos e críticas do status quo dos profissionais e das empresas, espero ser produtivo.

Anúncios